Top

Exercícios multiarticulares: entenda o por quê de praticá-los?

Os exercícios multiarticulares são muito eficientes quando o assunto é emagrecimento e hipertrofia muscular! Aliás, eles costumam ser prioridade na maioria dos treinos, pois, em relação aos exercícios isoladores, ele costumam trazer melhores resultados.

Para entender melhor sobre o que são esses exercícios e quais são as vantagens de praticá-los, não deixe de ler este artigo!

O que são exercícios multiarticulares?

Os exercícios multiarticulares, como o próprio nome já sugere, são os exercícios que trabalham mais de uma articulação e mais de um músculo ao mesmo tempo. Ou seja, durante o treino com estes exercícios, o corpo mobiliza todo um grupo de músculos em vez de apenas um ponto específico, que é o que acontece nos exercícios isoladores ou monoarticulares.

Para exemplificar, podemos falar dos movimentos que acontecem no supino. Quando estamos executando os movimentos do supino precisamos aproximar os braços do corpo e fazer uma extensão nos cotovelos. Para isso, utilizamos as articulações dos ombros e dos cotovelos. Sendo assim, o supino é considerado um dos exercícios multiarticulares, já que os dois movimentos articulares são fundamentais na execução do exercício.

É importante frisar que os exercícios são considerados multiarticulares somente nos casos em que a utilização de duas ou mais articulações é fundamental para a execução do movimento. Caso contrário, o exercício é considerado monoarticular. Alguns exemplos de exercícios monoarticulares são a rosca direta, a cadeira extensora e a cadeira flexora.

Quais são as vantagens de praticar esses exercícios?

Embora você não deva deixar de praticar os exercícios isolados, os exercícios multiarticulares costumam trazer alguns benefícios em relação aos monoarticulares. Isso porque eles trabalham vários músculos do corpo simultaneamente.

Por conta disso, eles geram um aumento da taxa metabólica, resultando, é claro, no emagrecimento e perda de gordura mais acelerados. Além disso, ao praticar esses exercícios acontece o que chamamos de “after burning” que é a queima de calorias pós treino, em que continuamos queimando calorias por algumas horas depois de treinar.

Outra vantagem é que o treino de exercícios multiarticulares promovem a hipertrofia e o ganho de força. E como se já não bastasse tudo isso, os riscos de lesões quando comparados aos exercícios monoarticulares são bem menores, já que a atividade simultânea de vários músculos promove a segurança ao se exercitar.

Exemplos de exercícios multiarticulares

Agora que você já sabe o que são os exercícios multiarticulares e quais são os benefícios que eles trazem quando inseridos na rotina de treino, veja alguns exemplos para que você possa começar a praticar no seu dia a dia:

  • Agachamento;
  • Leg Press;
  • Supino;
  • Levantamento terra;
  • Remada;
  • Flexão;
  • Barra;
  • Afundo;
  • Avanço.

Claro que existem diversos outros exercícios, mas para saber quais são exercícios multiarticulares exatamente, basta observar se o exercício utiliza ou não, duas ou mais articulações para a execução do movimento. Lembrando sempre que o exercício só é considerado multiarticular se esses movimentos realmente forem essenciais para a prática do exercício!

E aí, gostou das dicas sobre as atividades físicas multiarticulares? Então continue acompanhando o nosso blog para ter mais dicas como essa!

Share
No Comments
Add Comment
Name*
Email*