Top

Exercícios funcionais: o que são e como praticar em casa?

Os exercícios funcionais, ao contrário dos exercícios praticados na academia, são baseados nos movimentos naturais do nosso corpo. Correr, pular, agachar, puxar, empurrar, girar, entre outros movimentos são exemplos do que se pode encontrar num treino funcional.

Neste artigo, vamos explicar o que é um treino funcional, quais são seus benefícios e, por fim, como praticar um treino com exercícios funcionais em casa!

O que são exercícios funcionais?

Conforme mencionamos acima, os exercícios funcionais são atividades físicas baseadas nos movimentos naturais do corpo humano, como correr e agachar, por exemplo. Esses exercícios tiram os movimentos mecanizados e com eixos isolados como acontece na academia e fazem com que o corpo inteiro se movimente de forma natural e intensa.

O objetivo dos treinos funcionais é fazer com que a pessoa que está praticando a atividade física ganhe força, flexibilidade, equilíbrio, resistência, condicionamento físico e agilidade. No entanto, como qualquer exercício físico, ele também acarreta no emagrecimento e definição dos músculos.

Além do corpo, para praticar os exercícios funcionais são utilizados alguns acessórios como elásticos, cordas, bolas, cones, discos, hastes etc. Cada equipamento tem sua função e é utilizado em um tipo de exercício diferente. Apesar desses acessórios serem úteis, também é possível praticar os exercícios funcionais sem eles.

Quais são os benefícios do treino funcional?

É certo que os exercícios funcionais proporcionam uma qualidade de vida muito boa para quem os pratica. Porém, além disso, existe uma série de benefícios que esse tipo de treino trás como consequência. Veja a seguir os principais benefícios que listamos:

  • Gasta calorias e auxilia no emagrecimento;
  • promove a definição e a tonificação dos músculos;
  • fortalece a musculatura do core (região do tronco, como lombar, região pélvica, quadril e abdome);
  • diminui os riscos de lesões musculares e nas articulações;
  • diminui dores articulares;
  • melhora o equilíbrio e a postura do corpo;
  • estimula a hipertrofia muscular;
  • melhora a flexibilidade corporal;
  • melhora a coordenação motora;
  • desenvolve a capacidade cardiorrespiratória;
  • auxilia no combate de estresse e ansiedade.

Enfim, esses são alguns dos diversos os benefícios de praticar exercícios funcionais! Agora que você já sabe como eles podem te ajudar, está na hora de entender como praticá-los em casa!

Como praticar os exercícios funcionais em casa?

Existem diversos exercícios funcionais que podem ser praticados em casa sem que você precise adquirir nenhum equipamento. Portanto, separe um espaço na sua casa e comece a fazer os exercícios seguintes:

  1. Agachamento

    O agachamento trabalha a musculatura das pernas, do abdome e dos glúteos. Você pode optar por fazer agachamentos simples ou usar pesos ou elásticos para dificultar e aumentar a intensidade dos exercícios funcionais.

  2. Ponte

    A ponte é um exercício em que você deve permanecer deitado(a) de barriga para cima e com os joelhos dobrados. Depois de se acomodar na posição, basta fazer repetições do movimento de elevação do quadril. Esse exercício ativa a musculatura do quadril, glúteos e lombar.

  3. Prancha isométrica

    Neste exercício, você deve manter a ponta dos pés, os cotovelos e os braços apoiados no chão, enquanto seu tronco se mantem elevado e alinhado. Você deve permanecer nesta posição por alguns segundos, dependendo do quanto seu corpo aguentar. Ele trabalha os músculos do core.

  4. Burpee

    O Burpee é um exercício que trabalha praticamente todos os grupos musculares. Ele funciona da seguinte maneira: você deve se agachar, depois apoiar as mãos no chão ficando na posição de prancha, fazer uma flexão e depois pular com os braços erguidos. Depois disso, repita o movimento algumas vezes.

  5. Montanhista

    O montanhista é um dos exercícios funcionais mais conhecidos. Ele trabalha os músculos das pernas, barriga e braços. Para praticá-lo, apoie a ponta dos pés e as palmas das mãos no chão e então e então, dobre rapidamente um joelho de cada vez como se estivesse realmente escalando uma montanha.

Para ler mais conteúdos sobre o mundo fitness e vida saudável, acompanhe nosso blog!

No Comments
Add Comment
Name*
Email*