Top

Alimentação saudável: tudo o que você precisa saber

A alimentação saudável é muito importante para a vida de qualquer pessoa! E, quando falamos disso, não estamos citando dietas ou refeições que geram emagrecimento saudável, mas sim de se alimentar de forma a ter disposição e energia e sentir felicidade.

Para saber tudo sobre alimentação, continue acompanhando o nosso artigo! Nele descrevemos tudo o que você precisa saber para fazer refeições mais saudáveis e ter uma melhor qualidade de vida.

Significado de alimentação saudável!

Uma alimentação saudável não deve ser cheia de restrições, e sim de refeições que garantem que o seu corpo está recebendo os nutrientes necessários para manter a sua saúde em dia. Para isso, é importante ter variedade e equilíbrio na hora de fazer refeições diárias.

Para ter uma alimentação saudável é importante fazer três refeições por dia, como café da manhã, almoço e jantar e fazer dois lanches saudáveis. Além disso, é importante incluir cereais (como milho, trigo, massas e arroz) nas refeições e comer muitos legumes e verduras.

É preciso também se hidratar regularmente, montar pratos com muitas variedades e fazer todas as refeições adequadamente. Apenas dessa forma é possível ter uma vida mais saudável!

Vale lembrar que a alimentação deficiente causa desnutrição, podendo gerar problemas de saúde, como diabetes, hipertensão, obesidade e até mesmo câncer. Porém, mesmo que muitos saibam a importância da alimentação saudável, a má alimentação está cada vez mais comum no dia a dia das pessoas.

Dicas para uma alimentação saudável

Além de fazer três refeições por dia e incluir cereais nas suas refeições, você precisa consumir porções de leites e derivados (como peixes, ovos e carnes) e evitar alimentos e bebidas industrializadas, como biscoitos, doces, bolos, refrigerantes e sucos industrializados.

Procure também diminuir a quantidade de sal na comida e alimentos ricos em sódio, como salsicha, linguiça, hambúrguer, charque, presunto, salgadinhos, entre outros.

Para ter uma vida ainda mais saudável, busque também fazer pelo menos 30 minutos de atividades físicas todos os dias, e evitar fumar e consumir bebidas alcoólica. Com a alimentação saudável e a prática de exercícios físicos é possível ficar longe de doenças e ter melhor qualidade de vida.

De acordo com a pirâmide alimentar, é necessário que um adulto consuma as seguintes porções de alimentos todos os dias:

  • Açúcares e doces: 110 kcal (1 porção);
  • Óleos e gorduras: 75 kcal (1 porção);
  • Leguminosas e oleaginosas: 55 kcal (1 porção);
  • Aves, carnes, ovos e peixes: 190 kcal (1 porção);
  • Queijos e leites: 120 kcal (3 porções);
  • Frutas: 70 kcal (3 porções);
  • Legumes e verduras: 15 kcal (3 porções);
  • Pães e cerais: 120 kcal (6 porções).

Há diversos benefícios que são proporcionados por uma alimentação saudável, como manutenção do peso ideal, bom funcionamento do intestino (e também de outros órgãos do corpo), proteção contra doenças (como diabetes, câncer e doenças cardiovasculares) e melhoria da memória e do humor.

As principais fontes de proteína animal e vegetal

As proteínas são nutrientes que exercem diferentes funções no nosso organismo e são importantes para o crescimento e desenvolvimento do corpo. Além disso, elas participam da produção de neurotransmissores e hormônios. Por isso, muitas pessoas têm curiosidade sobre quais são as fontes de proteína.

Para ficar com a sua saúde em dia e manter uma alimentação saudável, veja a seguir quais são as principais fontes de proteína animal e vegetal para inseri-las na suas refeições diárias.

Feijão preto

O feijão preto proporciona as mesmas vantagens de saúde que o feijão carioca. Quanto mais feijão preto você consumir, mais obterá proteína para o seu corpo, gerando um melhor funcionamento do seu organismo.
Além disso, existe a presença de antocianinas no feijão preto, que são substâncias que possuem efeito antioxidante, além de prevenir doenças cardiovasculares e o câncer.

Feijão carioca

Sabemos que o feijão carioca é o queridinho dos brasileiros, não é mesmo? Afinal, ele sempre está presente no almoço da população! Uma porção de 100 gramas de feijão oferece quase 5 gramas de proteínas para o organismo. Além disso, o feijão é uma excelente fonte de fibras, vitamina B e minerais (cálcio, ferro e potássio).

Grão de bico

O grão de bico é um tipo de alimento que facilmente é processado pelo organismo. Por isso, ele é uma excelente opção, se você deseja consumir mais fontes de proteína!
Além disso, o grão de fico é fonte de ferro, potássio, fósforo, magnésio e manganês. Vale lembrar que ele também possui o triptofano, ou seja, uma substância responsável pela produção de serotonina (hormônio que provoca sensação de bem-estar).

Quinoa

A quinoa possui excelentes propriedades de nutrição para o organismo! Além disso, apenas 100 gramas de quinoa é capaz de gerar 12 gramas de proteínas para o seu corpo.
Vale ressaltar que a quinona fornece também vitaminas E e B, fibras, zinco, potássio, ferro, magnésio e fibras. Portanto, ela oferece diferentes benefícios para o seu corpo, melhorando ainda mais a sua saúde.

Soja em grão

A soja em grão é muito presente no queijo e no leite, e é a melhor fonte de proteína para as mulheres que estão na menopausa. Isso porque a soja possui uma substância chamada isoflavona, que possui uma estrutura parecida com os hormônios femininos e ajuda a combater os sintomas da menopausa.

fontes de proteína

Como incluir as fontes de proteína no seu cardápio diário?

Sabemos que nem sempre é fácil preparar os alimentos citados acima. Afinal, alguns deles exigem um longo de tempo de cozimento. Por isso, o ideal é procurar receitinhas que facilitem a sua vida na hora de inserir esses tipos de alimentos nas suas refeições!

Além disso, você também pode consumir carne de frango de vaca, de porco, de pato e de coelho, queijo, salmão, atum, bacalhau, leite, iogurte, ovo, camarão, caranguejo, presunto e mexilhão para obter mais proteína animal.

Porém, se você prefere obter proteína vegetal, opte por tofu, linhaça, gergelim, amendoim, nozes, avelã, amêndoas, ervilha e castanha do pará.

Alimentação e saúde: entenda qual é a relação

Muitas pessoas não sabem, mas alimentação e saúde possui uma estreita relação! Isso porque o que nós comemos afeta diretamente a saúde do nosso corpo. Por isso é tão importante manter uma alimentação saudável e seguir uma dieta de alimentação equilibrada.

Além disso, uma alimentação saudável é necessária para qualquer ser humano, afinal ela é capaz de proporcionar nutrientes para o nosso organismo e manter o nosso corpo saudável.

Se você deseja saber quais são as funções do alimento para o seu organismo, continue acompanhando o nosso artigo. Afinal, falaremos sobre a relação entre alimentação e saúde!

alimentação e saúde

Qual a função de uma alimentação saudável?

Você sabia que cada alimento proporciona nutrientes diferentes? Isso porque cada um possui funcionalidades distintas, sendo rico em vitaminas, carboidratos ou fibras, por exemplo. Vale ressaltar que esses nutrientes são fundamentais para manter a nossa saúde em dia, e por isso é importante ter uma dieta saudável e equilibrada, consumindo todos os nutrientes necessários para manter o bom funcionamento do nosso organismo.

Além disso, os alimentos são essenciais para manter o crescimento do tecido corporal, realizar o metabolismo do organismo e fornecer a energia necessária para exercitar o nosso corpo. Isso porque todas as funções desempenhadas pelo nosso organismo dependem dos alimentos que consumimos todos os dias! Estes são os principais nutrientes que podemos consumir:

  • Carboidratos: fornecem energia;
  • Vitamina: fortalece o sistema imunológico e ajuda nos processos metabólicos;
  • Sais minerais: fazem parte da constituição de ossos e dentes e regula os hormônios e líquidos corporais;
  • Proteínas: mantêm os tecidos do corpo.

Afinal, qual a relação entre alimentação e saúde?

Existe uma grande relação entre alimentação saudável e saúde, já que os hábitos saudáveis e a boa alimentação podem tornar a sua vida mais saudável. Isso porque os alimentos são fontes de energia e de nutrientes para o nosso organismo. Assim, ao consumir alimentos saudáveis é possível trabalhar, estudar, correr, conversar e até mesmo pensar!

Para você entender melhor a relação entre alimentação e saúde, vamos te explicar melhor como funciona a ação do ferro do nosso organismo: ao consumirmos uma fruta, por exemplo, conseguimos ingerir ferro. Esse nutriente é responsável por oxigenar o nosso organismo, melhorando o desempenho dos órgãos, como a região do cérebro, melhorando a nossa saúde.

Além disso, as frutas também são ricas em outros nutrientes, como fibras que previnem o desenvolvimento de doenças degenerativas. Portanto, ao consumir determinadas frutas, você consegue diminuir as chances de desenvolver câncer de intestino e de estômago e doenças cardiovasculares, por exemplo. Para manter uma boa saúde através de uma alimentação saudável é necessário seguir as nossas dicas a seguir:

  • Se alimentar de 3 em 3 horas;
  • Conservar os alimentos e mantê-los limpos;
  • Consumir alimentos frescos, limpos e variados;
  • Mastigar bem os alimentos.

Assim é possível ter melhor qualidade de vida e obter os carboidratos, lipídeos, proteínas, vitaminas e sais minerais necessários para o bom funcionamento do organismo. Se o corpo apresentar deficiência de alguma desses nutrientes, possivelmente ele apresentará algum problema de saúde, como alergia, intolerância alimentar ou verminosas, por exemplo.

Reeducação alimentar e a alimentação saudável

Você já sabe o que é uma alimentação saudável e o quanto ela é importante no dia a dia de qualquer pessoa. Porém, você pode estar se perguntando por onde começar na hora de mudar os hábitos e começar a se alimentar bem! Se essa é a sua dúvida, não se preocupe, nós explicamos.

Para se alimentar bem não existe segredo e muito menos fórmulas mágicas. Na realidade, é preciso repensar a forma com que você se relaciona com a comida e reformular todo o seu cardápio diário. Isso significa eliminar hábitos antigos que você sabe que não te fazem bem e fazer trocas que podem te auxiliar na hora de reeducar o seu corpo e a sua mente.

É importante lembrar que o objetivo da reeducação alimentar não é inserir uma dieta restritiva, mas sim, inserir a alimentação saudável na sua vida. Portanto, saiba que você poderá comer todo tipo de alimento desde que numa quantidade adequada para uma alimentação balanceada.

Sendo assim, esqueça de todas as dietas radicais que você já fez ou ouviu falar e foque nos nutrientes que os alimentos irão te proporcionar. Por exemplo, se você sabe que o arroz integral possui mais fibras, proteínas, vitaminas e outros nutrientes que o arroz branco, passe a consumir mais o arroz integral e menos arroz branco.

Apesar de o objetivo da alimentação saudável e da reeducação alimentar não ser o emagrecimento ou o hipertrofia muscular, é bem possível que isso aconteça como uma consequência. Além de que, com certeza, você terá mais disposição, melhor qualidade de sono, cabelos e pele mais saudáveis etc.

Como fazer uma reeducação alimentar?

Primeiramente, quando o assunto é reeducação alimentar, é preciso antes de mais nada, identificar quais mudanças são necessárias na sua alimentação. Ou seja, os alimentos que você consome estão te trazendo nutrientes? ou eles estão prejudicando a sua saúde? Afinal, para que você se adapte à alimentação saudável, além de mudar sua forma de pensar, é preciso garantir que seu corpo esteja recebendo todos os necessários.

Depois de identificar quais são os alimentos prejudiciais à sua saúde, busque formas de se alimentar bem de acordo com a sua rotina. Ou seja, se você não tem tempo para preparar refeições durante a semana, por exemplo, que tal cozinhar alimentos nutritivos no final de semana e congelar algumas marmitinhas? Ou se você sabe que vai passar a manhã fora, por que não levar um fruta para quando bater a fome?

Outro ponto a ser levado em consideração na reeducação alimentar é a quantidade que o seu corpo se movimenta. Isso quer dizer que quanto mais atividades físicas você faz, mais calorias devem ser ingeridas para que seu corpo aguente firme. Comer pouco não é sinônimo de alimentação saudável!

Enfim, para reeducar seu organismo à uma nova alimentação, é preciso:

  1. Planejar suas refeições

    Planeje o que você irá comer durante o dia e, antes de sair de casa, deixe tudo separado. O mesmo vale para quem preferir preparar marmitas para a semana: planeje o que você irá comer a cada dia para que seu corpo receba todos os nutrientes necessários.

  2. Beber muuuita água

    Beber água é necessário para qualquer pessoa. Porém, quando se está fazendo uma reeducação alimentar, é preciso beber ainda mais. Isso porque a água ajuda o corpo a liberar as toxinas que ainda estão presente nele por conta da má alimentação.

  3. Comer exatamente de tudo

    Sabe aquela famosa frase “um prato saudável é um prato colorido”? Ela é uma frase completamente verdadeira! Ou seja, inclua saladas, legumes, grãos, proteínas e frutas no seu dia a dia para uma alimentação balanceada e saudável. Cada alimento possui uma quantidade de nutriente, portanto variar é o ideal.

  4. Procure um nutricionista

    Trouxemos dicas valiosas nesse post, mas é importante lembrar que nada substitui uma consulta com um(a) nutricionista. Ele(a) poderá verificar todas as suas necessidades de acordo com seu tamanho, peso e rotina para então, te passar uma dieta completa e claro, nada restritiva.

E aí, gostou do nosso artigo de hoje sobre alimentação saudável? Comente aqui embaixo sobre mais dicas, pois vamos adorar saber! Para descobrir mais dicas de dietas e treinos, continue acompanhando o nosso blog!

Share
No Comments
Add Comment
Name*
Email*