Top

Alimentação e saúde mental: descubra o poder do alimento!

É fato comprovado que a alimentação influencia diretamente na saúde do corpo como um todo. Não seria diferente com o bem estar da nossa mente. A boa sincronia entre alimentação e saúde mental pode melhorar quadros clinicos e a qualidade de vida. Saiba mais a seguir.

A importância da alimentação para o nosso corpo

O corpo humano é uma máquina com sincronia perfeita entre os órgãos, mas que precisa de combustível para executar suas tarefas com perfeição. Esse ‘combustível’ você sabe o que é: a alimentação. E temos uma prova direta disso com alguns sintomas simples. Quando não nos alimentamos bem não temos energia para trabalhar e o corpo perde cama.

No dia a dia você já deve ter notado ‘falhas’ do funcionamento quando a relação entre alimentação e saúde mental não está legal. Quando uma pessoa está com anemia, por exemplo, a dificuldade de concentração é enorme. Há ainda dores de cabeça quando há deficit de vitaminas e em casos graves a enxaqueca crônica.

Como melhorar a saúde mental através da dieta

Acredita-se que a relação entre alimentação e saúde mental ainda precisa ser estudada profundamente. Contudo, há efeitos direto de uma boa dieta no bem estar mental. São boas dicas, portanto:

Capriche na vitamina D

A falta desta vitamina tem sido associada com quadros depressivos. Para muitos médicos ajustar os níveis dela na dieta ajuda tanto em pessoas já com quadro depressivo instaurado como quem quer prevenir.

Para inserir vitamina D na sua dieta basta caprichar nos banhos de sol. Pode aina ingerir ovos, queijo, salmão e fígado na dieta, por exemplo.

Cuidado com a vitamina C

No organismo esta vitamina possui na lista de funções regular os níveis de cortisol, o hormônio do estresse. Além de melhorar a imunidade para combater doenças a vitamina C pode, portanto, ajudar no controle de estresse no dia a dia. Está presente em frutas cítricas como laranja, limão e em peixes.

Consuma proteínas

As proteínas ajudam na formação muscular e fornecem energia para o funcionamento básico dos órgãos. Mas quando faltam te deixam bem irritado. O nível de estresse aumenta sensivelmente quando a proteína ingerida não é o suficiente para nutrir o organismo de acordo com as atividades da rotina.

Faça um leve ajuste na vitamina A

Esta vitamina é uma grande aliada da anemia, aumentando com isso a sua disposição. Neste caso haverá uma maior energia no dia a dia, ajudando assim a combater a fadiga. A qualidade do sono melhora com a vitamina A regulada e em muitos casos há um controle da irritabilidade durante o dia. Sem dormir você já sabe: o corpo não funciona bem.

Você encontra vitamina A nas carnes, na maça, mamão e em queijos.

Não me sinto bem no dia a dia. O que fazer?

As vezes a gente acha que come bem mas não acertou nas porções de acordo com o peso e altura. Em outras palavras, não está escolhendo os alimentos certos de acordo com a sua necessidade. A dica? Marcar uma consulta com um nutricionista ou nutrólogo para orientações.

Tais profissionais são responsáveis por montar um cardápio com refeições e lanches de acordo com a sua rotina. Em algumas semanas você deve notar a diferença na relação entre alimentação e saúde mental.

No Comments
Add Comment
Name*
Email*